fbpx

Feliz e Fora da Caixinha

Escrever o meu primeiro livro e lançar por uma editora é parte de um sonho de infância, mas confesso que não era a história que eu pretendia compartilhar com as pessoas quando, ali pequenina, eu pensava em ser escritora.

Minhas escolhas me levaram a uma série de situações que geraram trauma, confusão espiritual, medo, vergonha.

Para escrever o livro, eu confesso que, especialmente quando compartilho o processo de me envolver com um mundo de trevas, meu coração apertava, eu chorei muito, precisava parar, beber água e só depois de uma pausa conseguia continuar.

Existe uma metodologia que baseia cada etapa do Livro.

O objetivo do Feliz e Fora da Caixinha é muito maior do que simplesmente narrar uma autobiografia (se assim fosse, inclusive, teria muito mais para contar, mais histórias tristes ou erros para relatar, e seria um livro para aqueles gostam de chorar quando lêem).

Porém, minha história de vida resumida aqui, especialmente nos primeiros capítulos, contribuem para trazer ao leitor visão e desejo de encarar as mudanças necessárias em sua própria jornada.

Ter chegado ao fundo do poço me levou a uma intensa busca por crescimento e transformação, porque era isso ou a morte (mesmo que fosse a morte de um futuro com significado).

PROPÓSITO, RESSIGNIFICAÇÃO E VISÃO

Quando você decide assumir sua jornada, suas dores, sua própria história, incluindo suas falhas e tropeços, está abrindo espaço para que essa dor transforme-se em lição de vida – para você e para muitas pessoas.

Dar sentido ao que lhe gerou tanta vergonha ou sofrimento tem nome, guarde essa palavra! RESSIGNIFICAÇÃO.

Foi isso que vivi. Escrever o meu primeiro livro e lançar por uma editora é parte de um sonho de infância, mas confesso que não era a história que eu pretendia compartilhar com as pessoas quando, ali pequenina, eu pensava em ser escritora.

Minhas escolhas me levaram a uma série de situações que geraram trauma, confusão espiritual, medo, vergonha.

Para escrever o livro, eu confesso que, especialmente quando compartilho o processo de me envolver com um mundo de trevas, meu coração apertava, eu chorei muito, precisava parar, beber água e só depois de uma pausa conseguia continuar.

Existe uma metodologia que baseia cada etapa do Livro, onde antes de tirar o leitor da caixinha, o conduzo a reconstruir memórias e validar a criança que foi, em fases onde crenças limitantes foram iniciadas. Traduzi uma das matérias que embasa algumas ferramentas iniciais do livro neste post. 

Embora eu cite fatos da minha vida e meus tantos equívocos e confusões, o objetivo do Feliz e Fora da Caixinha é muito maior do que simplesmente narrar uma autobiografia (se assim fosse, inclusive, teria muito mais para contar, mais histórias tristes ou erros para relatar, e seria um livro para aqueles gostam de chorar quando lêem).

Porém, minha história de vida resumida aqui, especialmente nos primeiros capítulos, contribuem para trazer ao leitor visão e desejo de encarar as mudanças necessárias em sua própria jornada.

Ter chegado ao fundo do poço me levou a uma intensa busca por crescimento e transformação, porque era isso ou a morte (mesmo que fosse a morte de um futuro com significado).

O que tem por trás da ordem de capítulos?

Em Feliz e Fora da Caixinha, o início de tudo é sobre o despertar da esperança, Cristo, que transforma força em vez de fraqueza, unidade em vez de separação, perdão invés de mágoas e amor no lugar do medo.

Depois do despertar da esperança, é preciso curar feridas da infância, Não adianta partir direto para tarefas e planejamentos, sem que antes se consiga curar ou dar início a um processo indispensável. Sem a cura da infância, aquele lugar onde sua trajetória como pequenino é abriga retratos de um passado de feridas, solidão, inferioridade. Essa criança dentro de você busca o encontro com seu eu adulto há muito tempo, e é hora de deixar acontecer. Com sua criança interior restaurada e feliz em você, sua infância passa a iluminar seus dias na vida adulta, e te previne de repetir os mesmos enganos com seus filhos ou as crianças de sua vida. Chega de vítimas.

Só depois então, você pode encarar a dream List, sua lista de metas. Explorando como você ficou “presa” e o que está por trás de aspectos que trazem frustração, estarei focada em ajudar-lhe a identificar primeiro as causas mais profundas por trás de sua situação. Ao orientá-la com novas abordagens e exercícios poderosos, você poderá encontrar práticas, ferramentas, técnicas e estratégias possíveis para ajudá-la a atingir seus objetivos e encontrar soluções. Quando te mostro a maneira como seus pensamentos ecoam o que você está dizendo, você se torna mais consciente de seu sistema de crenças.

Feliz e Fora da Caixinha
CONTEÚDO DOS QR CODES

Cada capítulo escrito possui, ao final, uma ferramenta emocional e espiritualAdquira o Livro no Site da Amazon ou nas melhores livrarias

Você quer fazer as ferramentas
pessoalmente ou online comigo?

você é melhor que sua melhor desculpa

Reproduzir vídeo