Skip to content

Três Maneiras Práticas para aumentar a Autoestima

Três Maneiras Práticas para aumentar a Autoestima

Você já reparou sobre como é seu diálogo interno, ou seja, o que você diz a si mesmo sobre sua personalidade, seu modo de ser, sua aparência, sua inteligência, sua capacidade, seu valor?

A resposta, provavelmente, dará uma direção sobre como anda sua autoestima. Aliás, tanto se fala sobre ela, não é? Sabemos que é preciso desenvolver uma boa autoestima, de modo que a autoconfiança nunca seja um problema diante das situações inesperadas da vida.

Sua autoestima hoje, provavelmente, está muito relacionada a como foi na sua infância sua percepção sobre o que era comunicado a você, não apenas no que diz respeito a palavras mas também o que você viu, ouviu ou imaginou a partir do que podia observar.

É por isso que compreender que muito do que hoje existe de insegurança em nosso comportamento e modo de pensar, pode ter partido desta fase da vida, das mensagens verbais e não verbais recebidas, é parte de um processo de autoconhecimento que tanto importa para compreender o que leva a pensamentos hoje como para ajudar a melhorar o comportamento que temos ou repetimos com quem nos cerca. A comunicação é um assunto que me fascina, aliás, não à toa fiz faculdade de Comunicação Social e pós graduação em neurociência e comportamento… Realmente amo esse tema, estudo compulsivamente e vou simultaneamente aplicando em minha própria jornada.

Estamos o tempo todo envolvidos em algum tipo de comunicação. Se não é com os outros, é consigo mesmo. Então pare para pensar sobre isso!

 

Comunicar auto amor é mais do que verbalizar

7% está nas palavras ditas. 38% está na maneira de dizer as palavras (tom de voz, postura, intencionalidade) e 55% está na sua expressão corporal e facial! (Conforme estudo de Albert Mehrabian ) Considerando que, também no que diz respeito a sua comunicação consigo próprio,  7% do impacto da comunicação está nas palavras, perceba que não é apenas o que você diz que traz consequências. Ou seja: não adianta você praticar afirmações positivas se não as sente, se não tem intencionalidade na sua voz, se não comunica às pessoa essa realidade! Esse assunto é gigante, é muito importante e por isso iremos ainda chamar esse tópico mais vezes, mas por ora, o que quero te incentivar é: conheça-se. Responda aqui: com que tom de voz você costuma falar consigo mesmo. O que sente quando fala consigo? Qual o olhar você tem para si? De julgamento, reprovação, crítica?

É importante desenvolver a habilidade de gerenciar seus pensamentos e sentimentos porque são eles os responsáveis pelos seus resultados na vida!

Hoje apresento a você 3 maneiras práticas de acabar com a autocrítica destruidora:

Você pode anotar todas as conquistas das quais se orgulha em um Memorando de Sucesso. Você precisa se sentir genuinamente orgulhoso dessas conquistas. Se uma conquista não despertar sentimentos de alegria e orgulho, não a escreva. Agora, perceba que conquistas e sucessos são aspectos relativos! Você pode considerar ter vencido a preguiça e levantado hoje cedo para trabalhar um sucesso, assim como resistir a um doce de sobremesa ou não perder a paciência com o filho numa determinada situação… Volte sua memória a atitudes positivas que tomou em sua vida, por si e pelas pessoas que estão à sua volta. Valorize o que deve ser valorizado.

2) Ajude alguém: Fomos feitos para estarmos com outras pessoas. Não é bom que o homem esteja só, é o que está escrito em Gênesis, e nisso vejo quanto sentido há no que a neurociência tem comprovado: temos um sistema todo particular de funcionamento em nosso cérebro, responsável pelas relações interpessoais e é neste sistema chamado de segundo cérebro que temos a ação dos neurônios espelho (que me fazem sentir empatia e me conectam aos outros seres humanos) que fazem parte da produção dos neuro hormônios que trazem sensação de bem estar (ocitocina, dopamina, noradrenalina).

3. Exercite sua Autocompaixão: Você não é perfeita? Uau, seja bem vinda ao time! Isso é ser humano, Brasil! Yes! Seja gentil consigo mesma. Reflita se você deiaria que alguém falasse com seu filho ou com uma amiga especial demais em sua vida do modo como você fala consigo mesma… Não, né? Entenda que apegar-se a essa postura exageradamente crítica só vai trazer paralização e impedir você de enxergar todo o potencial que existe em seu interior. Em meu canal no youtube eu postei uma meditação feita com todo o carinho para exercitar essa autocompaixão e a compaixão com as demais pessoas.

No mais, lembre-se! Só a consistência pode te ajudar a alcançar seus objetivos. Não vai, provavelmente, ser da noite por dia, mas o empenho sempre vai valer a pena. Existe um preço a pagar? Sim, existe. Porém, o preço já está sendo pago há bastante tempo, com essa vida cheia de medo, mágoas e frustração.  Agora é a hora! Decida mudar! Muito mais será revelado a cada passo dessa nova jornada!

Compartilhe esta mensagem

Share on email
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest

Bianca Pagliarin

Palestrante, Formada como Coach e Master Coach pela Febracis , bacharel em Comunicação Social pela Fiam Faam, Radialista, Locutora e Apresentadora pelo Senac, Pastora, Embaixadora do C.I.S Educar - treinadora oficial dos workshops Jeito de Viver Família (8h ou 16h de duração) e da palestra Como Criar Filhos Felizes e Fortes Emocionalmente (2h).

Comentários

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais postagens

Autocuidado na Pandemia

A melhor hora é sempre quando você enxerga a necessidade daquela questão em sua vida. Afinal de contas, nessa vida, a questão não se trata
Ler mais

A única coisa

Você já se deu conta de o que te espera em seu caminho e o que te faria dar o último suspiro com satisfação por
Ler mais

Teorema da Satisfação: use essa estratégia de vendas e mude suas relações!

Compreenda que sua felicidade (satisfação) tem a ver com o quanto você tem de expectativas e quanto tem de percepção em relação ao que há de bom. É o teorema da Satisfação!
Ler mais

Depressão

A depressão tem aumentado nestes tempos de quarentena e distanciamento social. E como é uma questão extensa e profunda, deve ser tratada com muita responsabilidade.
Ler mais

Cristão pode meditar?

Compreenda se é pecado você meditar no estilo mindfullness, coerência cardíaca e outras práticas de atenção plena, sendo você um fervoroso cristão.
Ler mais

Quarentena e Relacionamentos – Uma Restauração Potencial

É interessante o quanto a quarentena veio trazer de ganho nos relacionamentos familiares. Sinto pelo feedback que recebo das pessoas que conheço e também pelo
Ler mais