Skip to content

Assertividade pode ser aprendida 

Assertividade pode ser aprendida 

A assertividade é o sonho de consumo de muita gente hoje em dia… Para mim é uma pena ter que te trazer essa informação, mas saiba que ela não está nas prateleiras e nem basta ter o aplicativo certo em seu celular. 
 
Viver com assertividade envolve, para quem não tem essa habilidade naturalmente, desenvolver em primeiro lugar o autoconhecimento. Sim, afinal de contas, sem autoconhecimento como é que você vai saber o que é que você quer e o que é que você não quer?
 
Viver essa assertividade requer também, meu querido amigo, conhecer o que para você, de modo pessoal, uma vida em  equilíbrio. Isso demanda ser franco sobre seus desejos e necessidades, enquanto ainda considera os direitos, necessidades e desejos dos outros.
Por ser um tema recorrente em meus atendimentos como coach (até hoje todos que acompanhei compartilharam o quão desafiador é precisar dizer não), resolvi aqui disponibilizar no blog um resumão com passos a serem seguidos, palavras chave, exemplos e assim o DIZER NÃO ficará muito mais fácil. Funciona. Acredite, eu mesma recorro a essa metodologia com frequência porque tenho essa tendência a não conseguir dizer não de modo espontâneo…rsrs… Bem, sem mais delongas.
 
TREINAMENTO TÉCNICO PARA DIZER NÃO!

Observe que existem 3 possíveis reações quando algo que você não quer ou não pode fazer é pedido: ou você age passivamente e se contraria, ou você é agressivo e age com grosseria e impulsividade (tanto fazendo como não fazendo)… E essas duas formas de agir geram uma série de transtornos e detonam a sua auto estima.
A melhor maneira, portanto, é desenvolver a habilidade de dizer não assertivamente, sem ofender e com educação.

Siga essas técnicas:

  • Diante de qualquer pedido que cause incômodo ou mal estar, peça um tempo para pensar antes de responder. Uma dica é analisar as consequências do que vai dizer.
  • Questione-se: Se aceitar, qual é o impacto que você provocará no outro? Isso vai ajudar a reforçar a imagem positiva que ele tem de você? Qual é o preço que você terá que pagar por isso? Vale a pena?
  • Treine dizer não gentilmente,  na frente do espelho e diante de  situações mais fáceis, como recusar uma roupa que uma vendedora insiste em oferecer ou não permitir que alguém com pressa fure a fila do supermercado.
  • Treine mais, mantenha o olhar de aprendiz, seja no que for, mesmo que seja um pedido bem cara de pau, porque a melhor forma de desenvolver a habilidade é dizer não quando não é algo importante, mas que você não tem desejo de fazer, simplesmente por ser de extrema importância desenvolver a experiência.
  • Quando disser o NÃO, além de inserir algo positivo junto , deixe o lado positivo para depois do MAS sempre que conseguir . É essa a parte que a pessoa mais vai recordar da forma com que você negou o pedido. Exemplo: Em vez de dizer Eu quero, MAS NÃO posso emprestar dinheiro agora (O QUE VEIO DEPOIS DO MAS É O QUE A PESSOA REGISTRA MAIS)”.
  • Não precisa sempre dar um motivo para o seu não. Aliás, isso é um costume muito bobo até que muitos têm.  Até parece que você não tem o direito de simplesmente dizer… Não!
  • Se não sentir mesmo que existe outra forma que não seja se justificando, então explique a real razão: Que você diga “Acabei de assumir uma responsabilidade tal… No momento estou comprometido com isso, mas adoraria (FORMA POSITIVA DEPOIS DO MAS, A PESSOA LEMBRARÁ MAIS DESSA PARTE) e agradeço demais a lembrança! De coração! Se quiser que eu indique alguém, posso pensar em quem sugerir para te atender nessa situação! Mais uma vez, gratidão por sua consideração”. “ Puxa, que honra saber que vc lembrou de mim pra esse serviço! Olha, infelizmente eu não posso atender nesse preço que vc consegue hoje oferecer, pois não está  dentro do meu custo, sinto muito por ter que recusar… MAS muito obrigado por me considerar importante a ponto de pensar em mim pra esse trabalho! Faço votos que rapidamente dê tudo certo! Mais uma vez! Muito obrigado”. Não tem como ficar bravo com um não desses!
  • Deixe ir… Quem não quer ficar. E quem não sabe ouvir “não”? Quem pede algo com a certeza de que será atendido tende a ficar mais incomodado diante da negativa. No entanto, se após as explicações o outro permanecer irredutível a ponto de mudar a maneira de se relacionar e até mesmo tratar com frieza, cabe uma avaliação sobre a relevância desta amizade. Afinal, num relacionamento saudável, todos devem ter a liberdade de se expressar e de se colocar .

Acredite, essa é uma prática que funciona! Depois de usar o passo a passo, retorne para me contar como foi e quais fichas caíram.

PRATIQUE E LOGO VAI SAIR SUPER FÁCIL!

 

Compartilhe esta mensagem

Share on email
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest

Bianca Pagliarin

Palestrante, Formada como Coach e Master Coach pela Febracis , bacharel em Comunicação Social pela Fiam Faam, Radialista, Locutora e Apresentadora pelo Senac, Pastora, Embaixadora do C.I.S Educar - treinadora oficial dos workshops Jeito de Viver Família (8h ou 16h de duração) e da palestra Como Criar Filhos Felizes e Fortes Emocionalmente (2h).

Comentários

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais postagens

Autocuidado na Pandemia

A melhor hora é sempre quando você enxerga a necessidade daquela questão em sua vida. Afinal de contas, nessa vida, a questão não se trata
Ler mais

A única coisa

Você já se deu conta de o que te espera em seu caminho e o que te faria dar o último suspiro com satisfação por
Ler mais

Teorema da Satisfação: use essa estratégia de vendas e mude suas relações!

Compreenda que sua felicidade (satisfação) tem a ver com o quanto você tem de expectativas e quanto tem de percepção em relação ao que há de bom. É o teorema da Satisfação!
Ler mais

Depressão

A depressão tem aumentado nestes tempos de quarentena e distanciamento social. E como é uma questão extensa e profunda, deve ser tratada com muita responsabilidade.
Ler mais

Cristão pode meditar?

Compreenda se é pecado você meditar no estilo mindfullness, coerência cardíaca e outras práticas de atenção plena, sendo você um fervoroso cristão.
Ler mais

Quarentena e Relacionamentos – Uma Restauração Potencial

É interessante o quanto a quarentena veio trazer de ganho nos relacionamentos familiares. Sinto pelo feedback que recebo das pessoas que conheço e também pelo
Ler mais